SDN, o caminho para a aplicação na nuvem.

Publicado em Virtualização, por Juniper em 18/10/2015


O conceito SDN (Software Defined Network) entrou para valer na pauta da indústria de tecnologia e as projeções sobre esse mercado já giram na casa do bilhão. Os especialistas destacam que, levando em conta apenas o crescimento da nuvem, a SDN é o caminho mais adequado para encaminhar aplicações.

Diferentes empresas de pesquisa já fazem projeções para a SDN: enquanto a Gartner indica que 10 mil organizações terão implementado SDN em 2016, a IDC estima que esse mercado atingirá US$ 8 bilhões por volta de 2018, e a IHS projeta, em sua mais recente pesquisa, receitas globais com SDN/NFV de US$ 11 bilhões em 2019.

É óbvio, argumentam os especialistas da IDC, que redes só existem para suportar aplicações. E ninguém desenvolve arquiteturas de redes apenas para seu bel prazer. Se os aplicativos de uma empresa não vão mudar, então ela não precisa mudar a sua rede. O fato é que as aplicações e workloads estão se transformando, na medida em que a infraestrutura e os serviços caminham para a nuvem, e isso demanda uma grande transformação da rede para suportar as novas cargas de tráfego.

O crescimento do mercado SDN suporta tais mudanças, na medida em que a rede evolui para lidar com novas maneiras de entregar aplicações e serviços. Outras tendências importantes incluem o uso de containers, que é cada vez maior em ambientes empresariais Linux. Containers, sabe-se, exigem uma rede robusta e segura, atributos inerentes à SDN. Ainda segundo a IDC, as práticas tradicionais de otimização de WAN (Wide Area Network) não dão conta de serviços em nuvem fora de seus próprios data centers. Nesse caso, a SDN facilita práticas como a escolha de um caminho inteligente e VPN (Virtual Private Networks) em nuvem para melhor otimizar a WAN.


IDC estima mercado de US$ 8 bilhões em 2018

Em abril deste ano, uma pesquisa da IDC já estimava que o mercado SDN atingirá US$ 8 bilhões por volta de 2018. De acordo com analistas da empresa de pesquisa, a SDN acompanha o ritmo da computação em nuvem: 80% das empresas dos Estados Unidos planejam a implementação de aplicações em nuvens públicas ou privadas.


Para a Gartner, 10 mil empresas vão adotar SDN em 2016.

Em outro ponto de vista, uma pesquisa da Gartner, de dezembro de 2014, apontava que a SDN estava implementada “em estágio significativo” em 7% das companhias pesquisadas. De acordo com a Gartner, 10 mil organizações terão implementado SDN no fim de 2016. A empresa não faz previsão sobre SDN, porque entende que “SDN e NFV não são mercados, mas uma abordagem de arquitetura e uma opção de implementação, respectivamente.”

Vale lembrar que o foco de pesquisa da Gartner são grandes corporações. O levantamento, portanto, não considera a implementação da SDN em médias e pequenas organizações, um segmento de mercado bastante expressivo. Para dar um exemplo, só na Alemanha existem mais de 3,5 milhões de companhias, das quais 330 mil têm mais de 10 empregados.


IHS projeta receitas de US$ 11 bilhões para NFV em 2019

Projeção da IHS anunciada no final de julho, na pesquisa IHS Infonetics NFV Hardware, Software and Services, mostra que as receitas globais com SDN/NFV serão de US$11 bilhões em 2019, em relação aos US$ 2,3 bilhões estimados para 2015. Segundo Michael Howard, diretor sênior de pesquisa na área de redes, a virtualização de funções da rede indica que as operadoras redirecionam seu foco de hardware para software, e o levantamento feito mostra isso.

Outros dados do levantamento apontam que os provedores de serviços estão apenas começando uma mudança que levará de 10 a 15 anos até a migração para redes virtualizadas. O faturamento previsto de serviços outsourced (terceirizados) para projetos NFV deve experimentar um CAGR (Compound Annual Growth – Crescimento Composto Anual) de 71% no período 2014-2019. Quanto à receita gerada pelo gerenciamento e distribuição de entrega de conteúdo de funções de rede (Content Delivery Network – CDN), deve aumentar 30 vezes de 2015 a 2019, de acordo com a IHS.

 

Leia também
SDN e NFV vão transformar a indústria da tecnologia
O Contrail em operação na Orange

 

 


Tags: Automação, SDN, NFV, Redes Virtuais, Futurecom, Mercado, Virtualização, Nuvem, Projeções, Gartner, IDC, IHS, Data Center, Eventos


Tags: automacao, sdn, nfv, redes-virtuais, futurecom, mercado, virtualizacao, nuvem, projecoes, gartner, idc, ihs, data-center, eventos


Posts Relacionados


Deixe seu comentário:

=